12 de setembro de 2007

Primavera...

As nuvens estão indo embora...
[já não era sem tempo]

"senti uma febre danada,
perdi minha hora marcada,
abri minha porta fechada..."

Enfim... cansei de ser blasé!

[abraço primaveril]

2 comentários:

Enzo Potel disse...

"porra... meu deu de tudo"

não entendi, mas gostei muito muito soa extremamente erótico.

boa quinta!

Patricia disse...

posso dizer? poxa...será que falo? não! acho melhor: não!
tá ...foi falar! Poxa, Dani...você NUNCA foi blasé!!! Ou será que estou enganada?
O sociólogo alemão Georg Simmel cunhou, em seu texto "A metrópole e a vida mental", usa a expressão "atitude blasé", que se traduz numa espécie de distanciamento diante do mundo e das coisas. Segundo ele, esta seria uma forma de se resguardar da avalanche de estímulos existentes nas metrópoles. Uma autodefesa para não pirar, digamos assim.

Você faz teatro...portanto não pode se dar ao luxo de ser blasé!

ok...esquece! Eu tô meio fora do ar ultimamente...
voltemos aos dramins!